REGIÃO -
Presidente da Câmara de Braga desafia CDS-PP e CDU a apoiar candidatura de António Cunha à CCDR-N

Ricardo Rio desafiou todas as forças políticas que compõem o executivo municipal a apoiar a candidatura de António Cunha à presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

No final da reunião do executivo, esta segunda-feira, o presidente da autarquia lembrou o trabalho desenvolvido pelo ex-reitor da Universidade do Minho (UMinho), considerando que António Cunha é uma “excelente solução” para o cargo.

Recorde-se que Cunha foi o nome escolhido pelo PSD e pelo PS para assumir uma candidatura à liderança da CCDR-N, pelo que o desafio de Ricardo Rio é dirigido à CDU e CDS-PP, os dois outros partido representados no executivo.

PUBLICIDADE

“Este foi um processo que não foi gerido da melhor forma, desde logo pelas principais estruturas partidárias, mas que acaba por redundar numa excelente solução final. O professor António Cunha é uma personalidade com enormíssima capacidade que tem sido demonstrada nos diversos contextos em que actuou, quer enquanto reitor da Universidade do Minho, quer na interacção com vários domínios empresariais e científicos em que tem estado envolvido”, referiu Ricardo Rio.

O autarca considera que António Cunha “é a pessoa certa para impulsionar o desenvolvimento do Norte do país”.

“É um concretizador e trata-se de alguém com uma capacidade de mediação e de interlocução com todos os agentes. Enquanto presidente de Câmara e cidadão, revejo-me nesta candidatura e julgo que os restantes membros do executivo o deveriam fazer uma vez que a sua eleição não será positiva apenas para Braga, mas também para a região e para o país”, vincou Ricardo Rio.

Rio deixou também uma palavra de reconhecimento público para com o trabalho desenvolvido por Freire de Sousa, actual presidente daquele organismo.

“Todos sabemos as dificuldades com que a CCDR-N se confronta e que impedem que muitas vezes acorra atempadamente ao cumprimento das suas obrigações, mas a verdade é que o actual presidente teve um papel crucial no apaziguamento das relações entre diferentes instituições e sectores na região e apoiou de forma decisiva o anterior processo de reprogramação dos Fundos Comunitários, com resultados muito benéficos para o território”, concluiu.

A eleição está marcada para o dia 13 de Outubro, sendo que os eleitores são as câmaras municipais da região Norte.

Natural de Braga, António Cunha, de 59 anos, foi presidente do CRUP –  Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas. Actualmente é presidente da direcção executiva na Associação Laboratório Colaborativo em Transformação Digital.

As Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) foram criadas em 2003 e são organismos autónomos administrativa e financeiramente, visando o desenvolvimento integrado e sustentável das regiões, contribuindo para a competitividade e coesão do território nacional. Actualmente existem cinco CCDR, que abrangem todo o território continental.