PATRIMÓNIO -
PSD defende “intervenção generalizada” para recuperar e salvar a “memória” e “singularidade” do Estádio 1.º de Maio

Os deputados do PSD eleitos pelo distrito de Braga querem saber que “mecanismos de apoio à reabilitação” do Estádio 1º de Maio o Governo disponibilizará, de forma a assegurar a “memória, antiguidade, autenticidade, raridade, singularidade e exemplaridade” deste recinto desportivo, actualmente Monumento de Interesse Publico.

Numa pergunta à ministra da Cultura os deputados recordam que, de acordo com a autarquia de Braga, “serão necessários numa primeira estimativa, pelo menos 10 milhões de euros” para a recuperação do Estádio 1º de Maio e “a criação de condições de uso de um equipamento que continua disponível e ao serviço do desporto da cidade e da região, quer em futebol mas também noutras modalidades colectivas, com uso do excelente relvado ali instalado, assim como o uso contínuo da magnífica ‘pista de atletismo’”.

Assim, os parlamentares social-democratas perguntam que “mecanismos de apoio à reabilitação deste Património Cultural como é o Estádio 1º de Maio, integrando no seu seio valores de memória, antiguidade, autenticidade, raridade, singularidade e exemplaridade podem ser accionados e disponibilizados pelo Governo”.

PUBLICIDADE

O PSD pretende ainda saber para quando é possível calendarizar a “intervenção adequada” neste “equipamento testemunho com valor de civilização” e identificar no quadro dos fundos comunitários dirigidos à protecção e valorização do património, assim como o enquadramento para um investimento de reabilitação desta natureza.