COVID-19 -
PSP “passou” 308 multas em Agosto por incumprimento das regras da DGS

A PSP registou 308 contra-ordenações em Agosto por violação das regras de contenção da covid-19, sendo o consumo de bebidas alcoólicas na via pública responsável por cerca de metade das multas, avançou esta quinta-feira aquela força de segurança, que o nível de “incumprimento baixo” no país, mas a merecer preocupação”.

Em comunicado, a PSP reporta que, em Agosto, 150 pessoas foram multadas por estarem a consumir álcool na via pública e 63 por não estarem a utilizar máscara ou viseira nos transportes públicos.

A PSP registou também 19 infracções por incumprimento das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público e multou 35 pessoas que frequentavam estabelecimentos, salas de espectáculos ou edifícios públicos sem fazer uso de equipamento de protceção, como a máscara ou viseira, além de ter levantado um auto a uma discoteca que estava a funcionar ilegalmente.

PUBLICIDADE

Segundo esta força de segurança, foram registadas 35 infracções relacionada com situações de estabelecimentos de restauração em incumprimento do horário de atendimento ou de encerramento (00h00 como limite para entrada de clientes e 01h00 para encerramento) e três de realização não autorizada de celebrações e outros eventos que impliquem uma aglomeração de pessoas em número superior a 20 (excepto missas, casamento, batizados e eventos de empresas).

A PSP dá ainda conta de duas contra-ordenações por incumprimento das regras impostas por autoridade de saúde sobre o funcionamento de determinada actividade ou estabelecimento.

A Polícia considera que da actividade de fiscalização policial resultou “um nível de incumprimento baixo” no país, mas “ainda assim merece preocupação”, uma vez que as pessoas envolvidas em cada uma destas infracções estiveram expostas a risco de contágio.

A generalidade do país está em situação de alerta devido à covid-19, à excepção da Área Metropolitana de Lisboa que está em situação de contingência.

O Governo deve anunciar esta quinta-feira as novas medidas que vão ser aplicadas a todo o país, que vai entrar em situação de contingência a partir do próximo dia 15.