COVID-19 -
Regresso à escola ou ao trabalho com declaração médica e sem novo teste

A Directora-Geral da Saúde esclareceu esta segunda-feira que o regresso à escola ou ao emprego dos doentes assintomáticos ou com sintomas ligeiros de Covid-19, após dez dias de isolamento, depende apenas de uma declaração de alta clínica, não sendo necessário novo teste.

«O médico assistente passará a declaração necessária para aquela pessoa regressar à escola ou ao emprego», esclareceu Graça Freitas durante a habitual conferência de imprensa sobre a Covid-19 em Portugal.

PUBLICIDADE

Até agora, o regresso destes doentes à escola ou ao local de trabalho estava dependente da apresentação de um teste negativo para o SARS-CoV-2, vírus da Covid-19, mas com a atualização da norma da Direcção-Geral da Saúde (DGS) que reduz o período de isolamento para 10 dias, a realização de teste deixa de ser necessária.

Segundo a norma da DGS publicada na quarta-feira, o fim das medidas de isolamento, sem necessidade de realização de teste ao novo coronavírus, dos doentes assintomáticos ou dos que têm doença ligeira ou moderada ocorre ao fim de 10 dias, desde que, nos casos com sintomas, estejam sem usar antipiréticos durante três dias consecutivos e com «melhoria significativa dos sintomas».