CULTURA -
Teatro da Didascália estreia projecto sobre paisagem e memória de Joane

O Teatro da Didascália vai estrear, entre os dias 23 e 25 de Outubro, um projecto sobre a paisagem e memória de Joane. O formato do espetáculo será um percurso intitulado “Paisagem Efémera – natural e rural”, que convida o púbico a «descobrir “in loco” a paisagem exterior e “interior” da vila».

Em comunicado, pode ler-se que «as referências mais antigas à freguesia de Joane, em Vila Nova de Famalicão, datam do ano de 1065, ainda antes do período da formação da nacionalidade. A história desta vila, que pulsava em livros e páginas de jornais antigos, gerou um impulso criativo para ampliar “o que sempre esteve à vista de todos” e criar uma dramaturgia para espaço público. Paisagem Efémera – natural e rural, cujo primeiro acto se estreia dia 23 de Outubro, em Joane, Vila Nova de Famalicão – a sua apresentação em maio teve de ser adiada devido à pandemia provocada pela Covid-19 –, é um espetáculo-percurso de 2,5 km, com a duração aproximada de duas horas».

O projecto explora a paisagem natural e rural de Joane e também a sua paisagem “interior”: as memórias, os segredos guardados entre paredes, os lugares sagrados e profanos. 

PUBLICIDADE

Durante o percurso, o público é convidado a deambular por entre discursos que ora falam de especificidades da geografia do território, ora das transformações de ordem social e económica que afetam a comunidade. 

Em cada espaço de Joane, projectam-se as intervenções dos artistas a fragmentos, tornando-se a própria paisagem um cenário possível, naturalmente dotado das suas narrativas únicas. No final desta “viagem” por entre casas, ruas, baldios, rio e igreja, pretende-se que o público reflita sobre a sensação de fragilidade e efemeridade do planeta, evidenciada pela situação pandémica que vivemos.

PROJECTO INTEGRA DOIS FORMATOS DE PARTILHA VIRTUAL

Paisagem Efémera – natural e rural”, projecto desenvolvido pelo Teatro da Didascália, conta com a direção artística de Bruno Martins, tendo como criadores e intérpretes António Júlio, Margarida Gonçalves e Rui Souza. O projecto integra ainda dois formatos de partilha virtual de processos e conhecimento que contribuíram para o processo criativo: “Conversas ao Pé da Porta” e o podcast “Áudio Derivas”.

«DESENVOLVIDO TENDO EM VISTA A REDUÇÃO DA EMISSÃO DE GASES COM EFEITO DE ESTUFA PARA O AMBIENTE»

O projecto foi desenvolvido «tendo em vista a redução da emissão de gases com efeito de estufa para o ambiente, através da adopção de metodologias de trabalho sustentáveis».

O Teatro da Didascália criou ainda um grupo de boleias no Facebook para facilitar a deslocação dos seus espectadores para Joane, que podem oferecer ou procurar transporte de forma segura e ambientalmente consciente. Para aderir ao grupo de boleias, basta seguir o seguinte link: www.facebook.com/groups/boleiasteatrodadidascalia/.

INFORMAÇÕES

Paisagem Efémera – natural e rural” está em cena entre os dias 23 e 25 de Outubro, às 21h00. 

O ponto de partida do percurso é na Cindinha Bulk Store (Av. Pedro Hispano 83-3, 4770-277 Joane, junto à Igreja de Joane). 

As reservas podem ser efetuadas através do e-mail [email protected] ou do número 924 305 850. O preço é de quatro euros, por pessoa e a lotação do espetáculo é de 30 pessoas por récita, estando salvaguardadas todas as medidas preventivas relativamente à Covid-19. A companhia aconselha que o público traga água, roupa quente e calçado confortável.