REGIÃO -
Teatro Didascália, em Joane, abre concurso para residências artísticas

O Teatro da Didascália, em Joane, Vila Nova de Famalicão, criou um concurso para o programa de residências artísticas ‘fAUNA | habitat de criação’ para 2021.

O projecto divide-se em dois sub-programas específicos para ‘Criadores de Espécie Autóctone’ e ‘Criadores de Espécie Exótica’ e é dirigido a criadores nacionais e estrangeiros residentes em Portugal e às estruturas artísticas de produção, responsáveis por projectos candidatos.

As candidaturas estão abertas até dia 23 de Outubro e resultam na seleção de três candidatos por categoria garantindo-lhes um período de residência de três semanas.

PUBLICIDADE

As candidaturas devem ser submetidas online, através dos formulários disponíveis no site do Teatro Didascália.

Até 15 deste mê, o projecto Quetzal está em residência sendo desenvolvido por Beatriz Brito, Jéssica Brandão e Matilde Magalhães no âmbito do sub-programa Germinador.

Sobre o que desenvolvem durante a residência, as fazem uma pequena sinopse: “Os ténis eram brancos. Caminhei. Alguém gritou. Corre. Os ténis já não eram assim tão brancos. Corri. Gritaram. Corre. Mais corri. Os ténis já não eram brancos. Gritaram. Corre. Já não tenho ténis.” 

Durante a sua estadia, pode-se acompanhar os seus processos de trabalho e conversar sobre as suas pesquisas, impulsos criativos e reflexões artísticas.