TERRAS DE BOURO -
Terras de Bouro com participação «brilhante» na 2ª Jornada do XIX Circuito Interclubes de Tiro 2021

A equipa de tiro desportivo a alvos móveis artificiais de Terras de Bouro, na disciplina de tiro aos pratos, esteve ao «mais alto nível» na prova que decorreu em Salto, Montalegre, no último fim de semana. A prova contou ainda com a estreia de Américo Soares Martins, de Chorense.

A classificação final ditou Vítor Jorge Taveira como vencedor absoluto (1º classificado da geral) e 1º lugar sénior/2ª categoria; João Carlos Costa foi 2º classificado da geral e 1º lugar sénior/1ª categoria; José Carlos Costa arrecadou o 1º lugar nos sub-25; José Pires Freitas ficou em 2º lugar master/3ª categoria; Francisco Guerra Marinho conseguiu o 3º lugar master/1ª categoria. A equipa terrabourense conquistou o 3º lugar no pódio das equipas.

As classificações poderão ser consultadas em: https://drive.google.com/…/1HfKO1T7…/view

PUBLICIDADE

CIRCUITO INTERCLUBES DE TIRO AOS PRATOS

A Comissão Organizadora do Circuito Interclubes de Tiro aos Pratos, tendo em conta o crescente número de participantes, viu-se na «obrigação de dividir a competição em duas séries, de forma a possibilitar a inscrição de um número mais alargado de atletas». Assim, «de forma aleatória, com base nos dois números das estrelas do euromilhões», as séries foram constituídas pelos seguintes clubes: Série 1 – Alijó, Bragança, Salto, Terras de Bouro, Macedo de Cavaleiros, Póvoa de Lanhoso e Vale do Tâmega; Série 2 – Mogadouro, Peso da Régua, Celorico de Bastos, Chaves, Valpaços e Vieira do Minho.

PROVAS

Em cada fim-de-semana, cada série participa nas instalações de tiro da localidade que previamente lhe foi determinada. Só na prova da final, no Peso da Régua, e nas provas dos clubes com dois campos, como é o caso de Vieira do Minho e Póvoa de Lanhoso, é que as duas séries se encontram em competição.

Este fim-de-semana, por exemplo, a série 1 atirou em Salto e a série 2 em Bragança. No fim de semana de 1 e 2 de maio, inverter-se-ão os papéis, ou seja, a série 1 atira em Bragança e a série 2 em Salto.

Em nota publicada nas redes sociais do Município de Terras de Bouro, pode ler-se que «é objectivo das organizações de tiro desportivo a alvos móveis artificiais, seja aos pratos ou às hélices, incentivar os mais jovens e todos os possuidores de armas de fogo para a prática de uma modalidade que educa para os valores do desporto com competição, estimula a capacidade de concentração, reação e destreza, e incrementa os valores olímpicos da excelência, respeito e amizade».