TERRAS DE BOURO -
Terras de Bouro é dos Concelhos com os valores de pagamento de fornecimento de água da rede pública mais barato do país

O Concelho de Terras de Bouro apresenta um dos valores de pagamento de fornecimento de água da rede pública mais barato do país (46,50€ por consumo mensal de dez metros cúbicos de água), segundo dados da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) referentes ao ano passado.

Mais barato do que Terras de Bouro apenas Peso da Régua (43,20€). Na listagem surgem ainda os Concelhos de Penedono (54,87€), Alcácer do Sal (56,04€) e Almodóvar (56,40€).

Do lado contrário, Santo Tirso (265,49€), Trofa (265,49€), Vila do Conde (246€), Carregal do Sal (214€) e Mortágua (214€) são os cinco Concelhos onde ter água em casa sai mais caro, de acordo com os dados da ERSAR apresentados pelo Jornal de Notícias.

PUBLICIDADE

Em nota publicada nas redes sociais, o Município de Terras de Bouro refere que «apesar das orientações da ERSAR, que obrigou os municípios a reflectir os custos da exploração da água, saneamento e resíduos sólidos urbanos na factura cobrada aos cidadãos, a Câmara Municipal tem procurado não sobrecarregar os consumidores com custos demasiados elevados no que ao consumo de água diz respeito. Apesar disso, a autarquia tem em marcha uma política de forte investimento na melhoria do abastecimento de água e saneamento básico».

INTERVENÇÕES PARA RESOLVER FALHAS NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Acrescentam, ainda, que têm sido efetuadas «inúmeras intervenções em todo o Concelho, com o objectivo de resolver o problema das falhas pontuais no abastecimento de água (com a colocação de novos e maiores reservatórios), procedeu ao reforço do número de contentores e ecopontos para a recolha de lixo em todo o território, reforçou a capacidade de reserva de água para consumo com a instalação de novos reservatórios em diversas freguesias e tem em marcha a manutenção e impermeabilização de reservatórios que apresentavam várias lacunas em termos de higiene e segurança».