REGIÃO - Turismo do Porto e Norte lançou campanha de promoção do Parque Nacional da Peneda-Gerês

REGIÃO -
Turismo do Porto e Norte lançou campanha de promoção do Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) apresentou, esta sexta-feira, um projecto de promoção do Parque Natural da Peneda-Gerês (PNPG), com a inauguração de uma tela gigante na sua loja, situada no aeroporto do Porto.

A acção contou com a presença do presidente da TPNP, Luís Pedro Martins, bem como de representantes dos municípios de Terras de Bouro, Melgaço, Arcos de Valdevez, Ponte da Barca e Montalegre, os cinco concelhos que geograficamente partilham o único Parque Nacional português.

«Cumpre-se, assim, uma das metas estabelecidas pela direcção da TPNP, de criar condições para diversificar a visitação no território, distribuindo os turistas pelas quatro sub-regiões. No aeroporto Francisco Sá Carneiro existirá informação pormenorizada quer sobre o Parque Nacional da Peneda-Gerês, quer sobre a oferta, ao nível da hotelaria, restauração e lazer, dos espaços circundantes», pode ler-se em nota enviada pela TPNP.

PUBLICIDADE

A escolha das imagens e slogans a passar aos turistas procurou ter em conta as características de cada mercado emissor, bem como «passar a mensagem de que o Parque Nacional da Peneda-Gerês é já ali, a uma hora de distância. É a primeira vez que um Parque Nacional, o único que temos no nosso país, tem a oportunidade de estar aqui a ser apresentado aos turistas», refere na mesma nota o presidente da TPNP, Luís Pedro Martins.

O turismo de natureza «está em franco crescimento no destino Porto e Norte» e constitui uma das apostas da entidade em termos de promoção. De acordo com Luís Pedro Martins, é intenção da TPNP «potenciar as estruturas existentes em toda a região, instando as comunidades intermunicipais, os municípios e os players a trabalharem em rede, por forma a disponibilizarem a quem visita a região uma oferta integrada».

PNPG

O Parque Nacional da Peneda-Gerês, situado no extremo noroeste de Portugal, mais precisamente na zona raiana entre o Minho, Trás-os-Montes e a Galiza, está classificado como Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO.

De rara e impressionante beleza paisagística, valor ecológico, variedade de fauna e flora, este parque assume-se como uma das maiores atracções naturais de Portugal. Foi criado em 1971 e é a única área protegida no País com a classificação de “Parque Nacional”. Abrange o território de cinco municípios e estende-se por cerca de 70 mil hectares. Recebe, anualmente, dezenas de milhares de visitantes.