BRAGA - “Turismo é sector estratégico para o desenvolvimento de Braga”

BRAGA -
“Turismo é sector estratégico para o desenvolvimento de Braga”

“Até há alguns anos, Braga foi marcada predominantemente pelo sector comercial e de serviços. Actualmente somos um dos concelhos mais inovadores e exportadores do país e temos vindo a registar um crescimento exponencial da atractividade turística”, afirmou esta sexta-feira no Forum de Turismo Braga, Ricardo Rio, presidente da autarquia.

Debater as novas tendências do Turismo, foi o mote da segunda edição do Fórum de Turismo de Braga que se realizou esta sexta-feira, no Altice Forum Braga. A iniciativa, organizada em parceria com a Associação Comercial de Braga, debruçou-se sobre as novas dinâmicas, na competitividade e nos desafios que o turismo enfrenta, promovendo a partilha de experiências entre profissionais e empresários ligados a um sector estratégico para a economia da região e no país.

Ricardo Rio referiu os recursos existentes no concelho, “a oferta diferenciada e a capacidade de proporcionar novas experiências aos visitantes, factores que vão ao encontro de uma nova realidade o sector atravessa”.

PUBLICIDADE

“Braga é uma cidade autêntica que possui recursos endógenos que marcam a diferença a nível patrimonial, natural e até mesmo imaterial por fruto dos diversos eventos que marcam a vida da cidade ao longo do ano”, referiu Rio, acrescentando que “são esses recursos que possibilitam responder à tendência actual no turismo que se prende com a procura de experiências genuínas”.

“Braga tem sabido conciliar o desenvolvimento do sector turístico, com as necessidades de salvaguarda dos que cá habitam, uma vez que esse mesmo crescimento não tem levado à desertificação do centro histórico e não tem sido um factor de constrangimento para os cidadãos locais”, considerou Ricardo Rio, lembrando que “Braga tem demonstrado um espírito acolhedor e os bracarenses têm-se integrado nesta realidade cada vez mais multicultural e cosmopolita, fruto dos muitos turistas oriundos de vários mercados internacionais e que escolhem a cidade para visitar”.

TAXA TURÍSTICA

Para o futuro, Ricardo Rio apontou alguns desafios que merecem ser acautelados por todos os responsáveis: “Continuar a garantir o equilíbrio entre a nova realidade turística e as dinâmicas próprias da cidade; reforçar ainda mais a promoção e visibilidade internacional de Braga; apostar na qualificação da oferta e abrir espaço para que apareçam novos projectos de empreendedorismo para que a oferta seja cada vez mais diversificada.

Ricardo Rio lembrou que “não é por acaso” que, a partir de Julho, o município irá aplicar uma taxa turística no concelho. “Consideramos que tem que existir condições para sustentar todas estas políticas e iniciativas que, embora têm sido desenvolvidas numa lógica de parceria, são predominantemente assumidas através do orçamento municipal”, referiu, explicando que a autarquia “investe para que os agentes privados possam obter retorno desta procura e desta afluência turística. Por isso, é uma lógica de partilha que nos parece equilibrada e, ao contrário de outos locais onde a taxa turística serve para afastar turistas, em Braga será aplicada para potenciar o crescimento do turismo”.

A par deste encontro, o Altice Forum Braga recebe até domingo a Feira das Viagens. Um evento anual dedicado a promover a compra e venda de férias. A Feira, com entrada livre, pode ser visitada entre as 10 e as 20 horas.