AMARES

AMARES -
Valoriza ganha Prémio da Fundação BPI/La Caixa 

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Valoriza, IPSS sediada no Concelho de Amares, viu premiado um dos seus projectos, ao caso, “Ruralidades – Semear para Colher”, que em 2021 vai permitir implementar uma pequena produção agrícola. Elisabete Teixeira, autora do projecto, destaca, em nota enviada, que «foram selecionados oito utentes do CAO para trabalhar nesta unidade de produção». Tecnicamente orientados, o objectivo é que, «pelo menos três deles sejam integrados ao nível socioprofissional, ao abrigo de actividades socialmente úteis ou, quem sabe, das medidas de emprego protegido», explica.

O júri do Prémio BPI “La Caixa” Rural 2020 destacou o projecto amarense incluindo-o entre os 20 premiados, com o «financiamento máximo previsto de 60.000€», que será a «alavanca necessária para lançarmos o projecto a partir de Janeiro, com a instalação da unidade agrícola, que ficará a uns 400m de distância do nosso CAO, em Amares», refere a Directora de Serviços da instituição.

PRODUÇÃO BIOLÓGICA

PUBLICIDADE

Esta unidade agrícola irá trabalhar com os princípios da produção biológica e, revela a instituição, «tem na ATAHCA um parceiro fundamental que se envolveu na candidatura, desde o início, para além de que, com o seu projecto nacional PROVE, apoiará o escoamento dos produtos que resultarem deste trabalho».

«MAIS UMA PROVA DE QUALIDADE E INOVAÇÃO»

Na mesma nota, a Direção da Valoriza regozija-se com mais esta distinção, referindo que «é mais uma prova da qualidade e inovação, uma marca distintiva dos nossos serviços». A instituição destaca o facto deste ser já o terceiro prémio nacional da sua curta história, depois dos atribuídos pela Fundação EDP, em 2013, ao projecto Luz de Presença, e pela Fundação Calouste Gulbenkian, já este ano, ao [email protected]ízes.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS