AMARES –  “A Deslumbrada Vida de João Novilho”. Ficção ligada à realidade

AMARES –
“A Deslumbrada Vida de João Novilho”. Ficção ligada à realidade

A Biblioteca Municipal Francisco Sá de Miranda, em Amares, encheu este sábado para a apresentação pública do mais recente livro do amarense Jorge Tinoco, a “Deslumbrada Vida de João Novilho”.

Uma obra que, segundo o autor, é um romance ficcionado, «que não é biográfico nem circunscrito a nenhuma realidade, mas tem muitas coisas verosímeis» e pretende ser sobretudo uma meio para espicaçar consciências, especialmente no campo político.

PUBLICIDADE

É, nas palavras do autor limiano Cláudio Lima, «um romance panfletário», que faz uma «radiografia da vida política actual», que incentiva à reflexão, embora tenha outras características que vão para lá do aspecto político.

Para Pedro Costa, actual vereador da oposição na Câmara de Amares, “A Deslumbrada Vida de João Novilho” «é mais um importante contributo que o Jorge [Tinoco] deixa à política», pondo «o dedo na ferida» sobre diversos temas.

«Se alguém pensa que o Jorge escreveu um livro sobre a sua experiência na política, está enganado. Este livro não é uma catarse. É uma obra que nos ajuda a reflectir a sociedade em que vivemos, um exercício que temos e precisamos de fazer», apontou.

Além de Cláudio Lima e Pedro Costa, a sessão contou ainda com intervenções de Sérgio Guimarães de Sousa, actual membro da Assembleia Municipal eleito pelo MAIS – Movimento Amares Independente e Solidário, além de um espaço aberto a perguntas do público.