OPINIÃO

OPINIÃO -
A Qualidade do Ar no interior dos edifícios – Um Problema Invisível

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Artigo de Joana Costa

 

Sabia que:

PUBLICIDADE

        • Existe poluição do ar interior dos edifícios.
  • O ar interior pode ser duas a cinco vezes mais poluído do que o ar exterior.
  • Segundo a Organização Mundial da Saúde
  • cerca de 3,8 milhões de mortes por ano podem ser causadas por doenças relacionadas com a poluição do ar interior, 
  • a poluição do ar interior é considerada o 8º fator de risco que provoca doenças respiratórias;
  • a exposição à poluição do ar interior é responsável por:
  • 27% das mortes por pneumonia,
  • 18% das mortes por acidente vascular cerebral,
  • 27% das mortes por doença cardíaca isquémica,
  • 20% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crónica,
  • 8% das mortes por cancro de pulmão,
  • quase metade das mortes por pneumonia em crianças com menos de 5 anos.

Hoje em dia, a maioria das pessoas passa a maior parte do tempo no interior dos edifícios (cerca de 22 horas) o que é preocupante devido à má qualidade do ar interior dos mesmos.

Os poluentes do ar interior têm origem, principalmente, em fontes que se encontram no interior dos edifícios, mas também em fontes exteriores. Cada poluente provoca efeitos negativos na saúde. O aparecimento de sintomas surge devido a vários fatores, tais como o tempo de exposição aos poluentes, a sua concentração e o estado de saúde da pessoa. 

PRINCIPAIS TIPOS DE POLUENTES PRINCIPAIS FONTES DE POLUIÇÃO  PRINCIPAIS EFEITOS NA SAÚDE 
Monóxido de Carbono Esquentador/fogão a gás, lareiras, fumo do tabaco Dores de cabeça, tonturas, morte
Dióxido de Carbono Respiração humana, lareiras, fumo do tabaco Dores de cabeça, cansaço, falta de ar
Compostos Orgânicos Voláteis Tintas, carpetes, inseticidas, velas, fumo do tabaco, mobiliário em madeira, produtos de limpeza Dores de cabeça; irritação na pele, olhos e vias respiratórias; cancro
Formaldeído Mobiliário em madeira, fumo do tabaco, fogão a gás, carpetes Dores de cabeça; tosse; ardor nos olhos, nariz e garganta
Ozono Fotocopiadoras Dores de cabeça; tosse; irritação nos olhos, nariz e garganta
Óxidos de azoto Fogão a gás, fumo do tabaco Tosse; irritação nos olhos, nariz e garganta 
Radão Solos de granito (*) Cancro

(*) O radão passa pelas fissuras existentes no pavimento, paredes, janelas.

Quem pode ser mais afetado pela má qualidade do ar interior dos edifícios?

A má qualidade do ar interior pode afetar a saúde de todas as pessoas, mas há pessoas mais vulneráveis como as crianças, as grávidas e os idosos.

Medidas para melhorar a qualidade do ar interior dos edifícios

Para eliminar ou reduzir os poluentes do ar interior dos edifícios, é importante implementar as seguintes medidas: 

  • não fumar;
  • abrir as janelas diariamente para renovar o ar;
  • abrir as janelas durante e após a realização das limpezas domésticas;
  • abrir as janelas e as portas durante a pintura de tectos e paredes;
  • utilizar tintas e vernizes à base de água;
  • utilizar produtos de limpeza sem solventes;
  • utilizar purificadores do ar, como as plantas de interior;
  • fechar corretamente as tampas dos produtos químicos;
  • reparar as fendas existentes no pavimento, paredes ou janelas.

Qual é a influência da qualidade do ar interior na nossa saúde?

Uma boa qualidade do ar interior dos edifícios contribui para:

  • melhorar a memória;
  • melhorar a respiração; 
  • melhorar a qualidade do sono;
  • aliviar o stress;
  • beneficiar a circulação do sangue;
  • fortalecer o sistema imunológico;
  • melhorar o funcionamento do sistema digestivo.

NÃO SE ESQUEÇA:

  • A má qualidade do ar interior dos edifícios pode provocar problemas de saúde que podem surgir a curto, médio ou a longo prazo.
  • A poluição do ar interior dos edifícios quase nunca é associada ao aparecimento de determinados sintomas.
  • A implementação das medidas para melhorar a qualidade do ar interior é importante para reduzir os riscos para a sua saúde.
  • Uma boa qualidade do ar que respiramos no interior dos edifícios é fundamental para manter uma qualidade de vida saudável. 

 

Fonte:

Organização Mundial da Saúde – https://www.who.int 

http://usp-be.blogspot.com/2019/03/qualidade-do-ar-interior.html

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS