BRAGA

BRAGA -
Altino Bessa elogia aprovação da estratégia para energia sustentável de Braga e pede mais apoio ao Governo

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Altino Bessa, presidente da Concelhia de Braga do CDS-PP enaltece a aprovação em sede de Assembleia Municipal Extraordinária do Plano de Acção para a Energia Sustentável e o Clima (PAESC) e realça “o trabalho de ‘formiguinha’” dos vários protagonistas envolvidos que tornou possível “alcançar uma estratégia desta dimensão”.

Em comunicado enviado esta terça-feira ao PressMinho, Bessa, lembrando o desafio de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa em 55% até 2030 assumido pelo município governado por uma coligação que, além dos centristas, reúne o PSD/PPM e Aliança frisa que “o esforço ambiental” deve ser feito tanto a nível público como privado, abrangendo a autarquia, mas também os sectores da indústria, transportes, habitacional e terciário.

Mas não só. “A transição energética, que visa um consumo de energia mais eficiente e sustentável, (…)  imprescindível no combate às Alterações Climáticas só é possível se houver iniciativa da parte dos órgãos governamentais”, alerta Bessa, o também tutela o pelouro do Ambiente na Câmara bracarense.

PUBLICIDADE

Apontando o 3.º lugar obtido por Braga no Galardão Bandeira Verde ECOXXI, colocando o concelho no “radar internacional das cidades sustentáveis” e um “exemplo de referência” no panorama europeu no seu compromisso com a Agenda 2030 das Nações Unidas e com os respectivos objectivos de desenvolvimento sustentável, Altino Bessa assegura que com mais apoios do Estado as autarquias “não teriam de fazer um  esforço hercúleo para conseguir trabalhar e concretizar verdadeiramente o desenvolvimento sustentável  que, em Braga, é já uma realidade que pode ser constatada in loco”, como exemplificam “as nossas  praias fluviais, os espaços verdes, os tantos projectos no terreno”.

CONCELHO MAIS VERDE

Falando já na qualidade de autarca, o centrista assegura que o Executivo municipal está comprometido com “o desenvolvimento sustentável através da implementação de políticas e estratégias orientadas para um concelho mais verde, mais sustentável, mais oxigenado”.

“Temos vindo a desenvolver um trabalho preventivo nesta área com o empenho das equipas técnicas através de investimento em vários projectos na área do desenvolvimento sustentável, mas também por via de um conjunto de financiamentos comunitários que temos conseguido conquistar. Estas medidas estratégicas têm resultados a médio e longo prazo”, assegura.

“Estes factores geram melhor qualidade de vida para a população e é esse o principal objectivo do PAESC,» refere Altino Bessa.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS