AMARES - Amares inaugurou Centro de Educação Ambiental “Urjalândia a Circular” em Seramil

AMARES -
Amares inaugurou Centro de Educação Ambiental “Urjalândia a Circular” em Seramil

Abriu portas esta manhã, em Seramil, Amares, o novo Centro de Educação Ambiental “Urjalândia a Circular”, «um projecto diferente onde vai ser trabalhada a Economia Circular» e que fica situado no edifício da escola primária, que estava devoluta e foi requalificada.

Na apresentação do projecto, o Vereador do Ambiente do Município de Amares, Vítor Ribeiro, explicou que este é composto por «dois espaços. Um no interior, o Atelier de Reciclagem, relacionado com a reutilização e criação de novos produtos, em que as crianças vão ter oportunidade de perceber o que se pode fazer a uma tampa ou a uma garrafa e como esse material pode servir de matéria-prima para produzir outros, nomeadamente vasos, animais, azulejos, o que quisermos».

Quanto ao segundo espaço, “Charcas Biológicas – Água a Circular”, Vítor Ribeiro esclareceu que este está relacionado com «a água e as charcas biológicas, em que será reaproveitada a água das levadas, da chuva e aquela que se infiltrar no solo – através de um sistema de drenos. A água será armazenada e encaminhada para um lago e feita a depuração a partir de plantas naturais, sem químicos, é depois encaminhada para um segundo lago, maior e que no Verão permitirá que as crianças o usem de outra forma. Relativamente à água sobrante será reintroduzida no sistema, servindo para a rega, as casas de banho».

PUBLICIDADE

Para além do momento da inauguração e a apresentação do projecto, a manhã foi embelezada com uma peça de teatro pelas crianças do Centro Escolar D. Gualdim Pais e uma visita às instalações.

Para saber mais sobre o novo Centro de Educação Ambiental pode aceder ao site disponível a partir desta terça-feira: https://urjalandiaacircular.pt/.

PROJECTO

O projecto foi candidatado ao programa JUNTAr + do Fundo Ambiental, com a União de Freguesias de Vilela, Seramil e Paredes Secas, em parceira com a Câmara Municipal de Amares e a Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, no Porto, que desenvolveu um manual sobre a temática da Economia Circular e o Projecto “Urjalândia a Circular”. A candidatura foi aprovada em Agosto do corrente ano, com um financiamento de 25.000 euros, tendo sido classificada em 4º lugar a nível nacional, num total de 100 candidaturas.

«EXEMPLO DE COMO A ECONOMIA CIRCULAR DEVE SER AGARRADA»

Presente na sessão, a Secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa, realçou a «importância do projecto» que «coloca a economia circular junto das comunidades».

«As comunidades são quem mais facilmente aceita e compreende este conceito e as provas de como ele se concretiza no terreno. Este é um exemplo claro de como a Economia Circular deve ser agarrada», afirmou.

«PROJECTO DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA ESTAS FREGUESIAS»

Para o Presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, o projecto é de «grande importância para estas freguesias mais isoladas. Temos feito um trabalho excelente na defesa dos rios e temos a noção das suas potencialidades».

«O objectivo desta iniciativa é envolver os alunos, os jovens. O mundo só mudara se o homem se envolver», disse.

Mais desenvolvimento na edição impressa de Dezembro 2019