GUIMARÃES –  Bloco acusa Vimágua de falta de investimento na rede de abastecimento de água

GUIMARÃES –
Bloco acusa Vimágua de falta de investimento na rede de abastecimento de água

O Bloco de Esquerda (BE) critica a Vimágua pela “falta de investimento na rede de abastecimento de água no município de Guimarães”.

Em comunicado às redacções, o BE afirma que em causa estão os resultados divulgados pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos, no Relatório Anual dos Serviços de Águas e Resíduos em Portugal (RASARP 2017), que “refere que 38,6% da água captada pela Vimágua não é facturada, ou seja, é desperdiçada na rede”.

Segundo os bloquistas, “apesar dos lucros apresentados pela empresa municipal, a Vimágua não está a ser capaz de dar resposta aos desafios que lhe são colocados, nomeadamente, no necessário investimento na renovação da rede de abastecimento de água”.

PUBLICIDADE

Recorrendo aos dados disponibilizados pela ERSAR, o Bloco afirma que “a situação é preocupante, uma vez que a Vimágua tem piorado o seu desempenho, aumentando significativamente as perdas: em 2015 o desperdício era de 34,1%, correspondendo a perdas reais de 69 litros por ramal por dia, e em 2017 era de 38,6%, que corresponde a perdas reais de 86 litros por ramal por dia”.

Para o BE, “esta situação recorrente de falta de investimento tem levado à deterioração das canalizações, resultando em enormes prejuízos, sobretudos ambientais, como facilmente se percebe pelas constantes rupturas de condutas que levam à perda de milhões de litros de água potável”.

“Num município que se quer sustentável, não podemos continuar a assistir ao desperdício de recursos naturais tão valiosos como água sem o investimento necessário na resolução de problemas que se arrastam há vários anos”, concluem.