PAÍS -
Cada vez mais emigrantes voltam ao País com a ajuda do Estado

O número de portugueses que reside no estrangeiro e que tem voltado ao País com a ajuda do Estado mais que duplicou no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019.

Segundo o gabinete da secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, os postos e secções consulares receberam, nesse mesmo período, 118 pedidos de repatriação. Destes cidadãos que tinham pedido apoio para regressar, 83 concretizaram o seu propósito «através de verbas adiantadas pelo Estado português». No mesmo período de 2019 tinham sido efetuadas 33 repatriações.

A despesa do Estado português com estas repatriações foi, nos primeiros seis meses deste ano, de 69.688 euros, mais 49.224 que em igual período de 2019.

PUBLICIDADE

Devido à pandemia de Covid-19, o Estado apoiou ainda outros cidadãos nacionais (5.215) por via de voos comerciais ou através do recurso aos voos de repatriamento enquadrados no Mecanismo Europeu de Protecção Civil.