REGIÃO (Póvoa de Lanhoso): Câmara quer detectar descargas indevidas na rede de saneamento

REGIÃO (Póvoa de Lanhoso):
Câmara quer detectar descargas indevidas na rede de saneamento

O município da Póvoa de Lanhoso quer reduzir as contribuições de águas pluviais para o sistema de águas residuais domésticas, de forma a minimizar a entrada de caudais em excesso neste sistema, nomeadamente em períodos de forte pluviosidade.

Para tal, vai iniciar o Programa de Eliminação de Afluências Indevidas, com a realização de inspeções, recorrendo a equipamento gerador de fumo.

PUBLICIDADE

Assim, e de acordo com a Autarquia, serão realizados ensaios de fumo na rede de drenagem pública existente nos arruamentos (nas caixas de visita de ramal). Numa primeira fase, estes testes serão realizados nas áreas de intervenção de novas obras na Freguesia de Taíde e na totalidade da Freguesia de Santo Emilião.

Os trabalhos desenvolvem-se nos dias úteis, no período diurno, entre
as 8h00 e as 14h00.

O teste consiste na introdução de fumo nos coletores de saneamento, que, por sua vez, sairá dos dispositivos públicos e privados, como sarjetas, grelhas, caixas de ramal, caleiras ou tubos de queda quando se verifiquem ligações indevidas. Estes testes de fumo permitirão detetar defeitos nas canalizações e também ligações indevidas às redes de saneamento.

Pretende-se, assim, “promover uma exploração dos sistemas de saneamento básico com a eficiência que atualmente é exigida, prevenindo a ocorrência de inundações, acidentes de viação e problemas ambientais”.

A Câmara “aconselha os/as munícipes que pensem ter redes prediais de águas residuais e de águas pluviais da sua habitação interligadas, procedam, desde já, aos trabalhos necessários para correção da
anomalia”.

Os trabalhos desenvolvem-se nos dias úteis, no período diurno, entre as 8h00 e as 14h00.


Luís Moreira (CP 8078)