AMARES -
Campo de golfe de Amares “preso” por questão jurídica

O projecto de construção de um campo de golfe em Amares está neste momento “preso” devido a uma questão que está a ser solucionada pelos juristas da autarquia e dos promotores.

«Segundo o projecto, uma parte do campo de golfe fica em terrenos que serão cedidos à Câmara, que em termos legais não pode vender nem voltar a ceder esses terrenos», explicou o presidente da autarquia.

PUBLICIDADE

Segundo Manuel Moreira, o Município também não pretende construir os seis buracos previstos para esse local.

«É uma questão que está a ser discutida pelos advogados», referiu.

A construção do campo de golfe representará um investimento de 60 milhões de euros e vai ocupar um total de 80 hectares de terreno entre Barreiros, Ferreiros e Prozelo.

Tem como promotores o Clube de Golfe de Braga e os empresários do Solar das Bouças, Quinta do Ribeiro e Eusébios.