BRAGA

BRAGA -
Cidade de Braga é uma das fundadoras da Rede de Capitais Europeias de Juventude

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A cidade de Braga passa a integrar, como membro fundador, a Rede de Cidades Capitais Europeias de Juventude cuja constituição decorreu, esta quinta-feira, em Cluj-Napoca, na Roménia.

O presidente do Município, Ricardo Rio, que participou no lançamento formal, anunciou, hoje, que, nesta fase, integram, ainda, a rede , os municípios de Cluj-Napoca, Capital Europeia da Juventude em 2015 e ainda a cidade Varna, da Bulgária, que ostentou o título em 2017.

PUBLICIDADE

Estas são as fundadoras, mas temos a garantia que mais cidades vão aderir em breve”, acrescentou.

No ato, que foi liderado pela Comissária Europeia da Juventude, Mariya Gabriel e pelo Presidente do Comité das Regiões, Apostolos Tzitzikostas, participaram também os autarcas daquelas duas urbes.

Para Ricardo Rio “é um orgulho para Braga ser uma das fundadoras da rede, que pretende incorporar as restantes capitais europeias da juventude e potenciar políticas de juventude. Ao lado da nossa cidade irmã de Cluj-Napoca e de Varna, com quem partilhamos alguns projetos europeus, estamos a dar mais um passo na internacionalização de Braga”.

Partilha a crescer

O autarca salienta que “nos últimos anos, Braga tem desenvolvido vários projetos internacionais na área da juventude, como foi o caso do 100% Youth City, e a partir de agora vai aumentar ainda mais a partilha de experiências e práticas em comum com os nossos parceiros internacionais”.

Na ocasião, Ricardo Rio participou ainda num painel, com líderes de organizações de juventude europeias, a Comissária Europeia Mariya Gabriel, o presidente da autarquia de Cluj, Emil Boc e ainda a vereadora de Varna, Plamena Marinova. No final, foi plantada uma árvore com os nomes das instituições, “num momento simbólico que reforça o compromisso ecológico da rede”.

Projetos de 7,5 milhões

A missão da Rede do Capitais Europeias da Juventude é a de desenvolver uma rede cooperativa e sustentável de cidades que foram designadas Capitais Europeias da Juventude pelo Fórum Europeu da Juventude. Esta organização, que já funcionava em termos informais há alguns anos, teve até ao momento projetos em comum que envolveram mais de 7,5 milhões de euros e o objetivo será agora criar novas parcerias que sejam relevantes para os diferentes atores da rede, nomeadamente as organizações juvenis de cada cidade.

Por Luís Moreira

[email protected]

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS