REGIÃO

REGIÃO -
CIM Alto Minho encerra projecto “Fronteira Esquecida Limia-Lima”

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Teve lugar esta quarta-feira, 30 de Novembro, em Ponte da Barca, o seminário de encerramento do projecto de cooperação transfronteiriça “Fronteira Esquecida Limia-Lima”, subordinado ao tema “O rio Lima e os desafios do desenvolvimento e atração turística”. Organizada pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), a iniciativa teve como objectivo «apresentar os principais resultados alcançados durante o projecto».

Na sessão de abertura, o presidente da CIM Alto Minho, Manoel Batista, destacou que este projecto permitiu «unir esforços e gerar uma série de sinergias através da cooperação directa com diferentes actores de ambos os lados da fronteira, que operam no âmbito do turismo natural e cultural, e desenvolver actividades de promoção conjunta para o aproveitamento turístico do espaço envolvente ao rio Limia-Lima».

Participaram neste seminário vários especialistas e operadores turísticos que desenvolvem actividades de animação turística neste espaço, que abordaram o tema do desenvolvimento turístico, a importância das redes turísticas e da coesão territorial e a construção de um produto turístico integrado para a bacia hidrográfica do rio Limia-Lima.

PUBLICIDADE

Além da CIM Alto Minho, o projecto “Fronteira Esquecida Limia-Lima”, co-financiado pelo programa: INTERREG V-A España-Portugal (POCTEP), envolveu como parceiros a Deputación de Ourense (beneficiário principal), a Xunta de Galicia – Património Natural, a Confederação Hidrográfica Miño-Sil e os municípios de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo.

A implementação deste projecto permitiu a «valorização dos recursos naturais e culturais do rio Limia-Lima e arredores, através da criação de uma estrutura de gestão transfronteiriça e da dinamização de um conjunto de actividades para promoção deste espaço como um geo-destino turístico de qualidade e sustentável».

Destaca-se, neste âmbito, a «articulação de uma oferta conjunta de produtos e serviços culturais e turísticos com base nas particularidades locais dos diferentes territórios, a realização de acções em termos de qualificação, promoção e sinalização de recursos, a definição de rotas e actividades e o desenvolvimento de material promocional».

O destino rio Límia-Lima é formado pelas regiões de A Limia e Baixa Limia, em território galego, e pelos concelhos de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo, em território português.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS