BRAGA

BRAGA -
Dia de S. Geraldo celebra-se a 5 de Dezembro em Braga

Share on facebook
Share on twitter
Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Na próxima segunda-feira, 5 de Dezembro, Braga celebra a festa de S. Geraldo, padroeiro da Cidade.

PROGRAMA

De acordo com o programa, pelas 8h30, irá decorrer a abertura da Capela de S. Geraldo. Pelas 11h00 será realizada a representação teatral “S. Geraldo e o Milagre da Fruta”, pela Escola EB1 da Sé.

PUBLICIDADE

Às 17h30 realiza-se a Missa Solene em honra de S. Geraldo, com apresentação à Arquidiocese de Braga de D. Delfim Gomes, presidida pelo Arcebispo Primaz, D. José Cordeiro, com presença do Cabido da Sé de Braga, Presidente do Município, Executivo Municipal e Presidentes de Junta de Freguesia ou União de Freguesias.

Este ano a Arquidiocese de Braga irá aproveitar a data para proceder à apresentação de D. Delfim Gomes, Bispo Titular de Dume e Auxiliar da Arquidiocese de Braga. Neste dia, como é habitual, seguindo uma «venerável tradição», o altar de S. Geraldo estará ornamentado com frutas.

S GERALDO

S. Geraldo, padroeiro da cidade de Braga, nasceu em França. Foi Arcebispo de Braga do ano de 1099 a 1108, diocese onde realizou várias reformas a nível moral, eclesiástico e administrativo. Morreu em Bornes, Concelho de Vila Pouca de Aguiar, no dia 5 de Dezembro 1108, durante uma visita pastoral que realizava por aquelas terras. Na Sé foi responsável por várias reformas e mandou construir uma Capela que dedicou a S. Nicolau e onde está sepultado.

Seguindo a tradição, no dia 5 de Dezembro, ornamenta-se o altar da Capela de S. Geraldo com fruta fresca, de forma a fazer alusão ao “Milagre da Fruta”.

Com base em relatos que foram perpetuados ao longo dos tempos, S. Geraldo teria estado bastante doente numa altura de muito frio. Ele teria pedido que lhe trouxessem fruta de forma a apaziguar a fome e sede que sentia. Disseram-lhe que o frio e a neve impediam as árvores de dar fruto. Depois de alguma insistência por parte de S. Geraldo, verificou-se que as árvores do terreno onde residia S. Geraldo estavam recheadas de frutas.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS