OPINIÃO

OPINIÃO -
Dia Mundial da Criança

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Opinião de Marco Alves

 

As bolas de sabão que esta criança

PUBLICIDADE

Se entretém a largar de uma palhinha

São translucidamente uma filosofia toda.

Claras, inúteis e passageiras como a Natureza,

Amigas dos olhos como as cousas,

São aquilo que são

Com uma precisão redondinha e aérea,

E ninguém, nem mesmo a criança que as deixa,

Pretende que elas são mais do que parecem ser.

Algumas mal se vêem no ar lúcido.

São como uma brisa que passa e mal toca nas flores

E que só sabemos que passa

Porque qualquer cousa se aligeira em nós

E aceita tudo mais nitidamente.

 

Hoje, 1 junho, comemora-se o Dia Mundial da Criança. Esta efeméride assinalou-se pela primeira vez em 1950 por iniciativa das Nações Unidas, com o objetivo de chamar a atenção para os problemas que as crianças enfrentavam. Nesse mesmo dia, os Estados-Membros reconheceram que todas as crianças, independentemente da raça, cor, religião, origem social, país de origem, têm direito a afeto, amor e compreensão, alimentação adequada, cuidados médicos, educação gratuita, proteção contra todas as formas de exploração e a crescer num clima de Paz e Fraternidade.

Sem debater o tema, deixo aqui duas notícias da semana anterior para que o leitor faça uma profunda reflexão:

– “Bebé encontrado sozinho em rua de Braga já estava sinalizado e será institucionalizado.”

– “Crianças portuguesas não vivem em casas saudáveis, avisa UNICEF.”

As crianças são o futuro do nosso mundo, se educarmos desde cedo com bons pensamentos, palavras e ações, elas não necessitarão de ser penalizadas enquanto adultos.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS