REGIÃO - -
GNR e PSP não controlam tráfego nas estradas municipais. Condutora foi a Guimarães e voltou sem ver nenhum polícia

Uma cidadã de Braga, que trabalha em Serzedelo, concelho de Guimarães, foi esta Sexta-feira Santa trabalhar, de automóvel, sem ter visto nenhum agente da PSP ou da GNR a controlar as deslocações inter-concelhias, conforme está determinado pelo Governo para o período pascal.

A cidadã ia munida de uma declaração da entidade patronal, provando que ia para o local de trabalho, e levava, também, três recibos de ordenado de 2020. “Saí de Braga pela estrada nacional em direcção a Guimarães, entrei na estrada municipal uns quilómetros mais à frente, em Trandeiras, segui – contornando a Morreira – e cheguei ao concelho de Guimarães sem ter visto um único polícia”, afirmou Maria dos Santos, em declarações a OVilaverdense/OAmarense/PressMinho.

A mulher, que faz o mesmo percurso há vários anos – o mais directo e com a vantagem de não pagar a portagem da auto-estrada – regressou, e também, não vislumbrou nenhum agente da autoridade.

PUBLICIDADE

Pelo caminho notou que o trânsito nas várias vias municipais que cruzou, era “bastante superior” ao usual, o que pode querer dizer que outros automobilistas o usaram, precisamente para não serem controlados.