REGIÃO -

REGIÃO - -
IPCA apresenta «crescimento» no acesso ao Ensino ao Superior

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, em Barcelos, informou, em comunicado, os resultados obtidos na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior. Num total de «667 vagas foram colocados 633 estudantes», o que se traduz num «aumento de 22 novos estudantes face ao ano anterior». Com estes resultados, o IPCA preencheu 95% das vagas disponíveis.

A seguir aos politécnicos de Porto e Lisboa, o IPCA mantém-se como uma das três instituições de Ensino Superior politécnico do país com «maior taxa de ocupação de vagas, logo a seguir aos politécnicos do Porto e Lisboa».

No mesmo comunicado pode ler-se ainda que a Presidente do IPCA, Maria José Fernandes, refere que «estes excelentes resultados são o indicador mais claro do reconhecimento do Politécnico do Cávado e do Ave e da qualidade da sua oferta formativa na região e no país».

PUBLICIDADE

Quanto à importância de apostar na captação de melhores estudantes, Maria José Fernandes sublinha que a «quantidade vale menos se não for acompanhada pela qualidade. E registo, por isso, com muito agrado, o aumento verificado nas notas de acesso aos cursos do IPCA bem como no número de candidatos que escolheu o IPCA em 1ª opção».

Este ano 640 candidatos escolheram o IPCA como 1ª opção.

CTeSP TAMBÉM ESTÃO A CRESCER

De realçar que o IPCA registou na 1ª fase de candidaturas aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais uma taxa de ocupação de 90,3%, «ilustrando o crescente sucesso» destes cursos. Foram colocados 541 estudantes, distribuídos pelos 21 CTeSP nas áreas do Design, Gestão, Hotelaria e Turismo e da Tecnologia.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS