PAÍS -
Já não se confinava tanto desde o início de Maio em Portugal como este fim-de-semana, diz estudo

Desde a primeira fase do desconfinamento, no início de Maio, que não se via tantos portugueses a ficar em casa e a realizar tão poucas deslocações para longe do seu domicílio, avança a TSF que cita uma análise Produtos e Serviços de Estatística (PSE).

Tal deve-se a vários motivos: ao aumento do número de infecções, aos avisos das autoridades sanitárias e, neste último fim-de-semana, à ordem de proibição entre concelhos decretada pelo Governo, indica a PSE, consultora de análise de dados que desenvolveu uma tecnologia para analisar a mobilidade no sentido de perceber as mudanças nos comportamentos dos portugueses durante a pandemia.

Nuno Santos, especialista em análise de dados da PSE, explica à TSF que a queda das deslocações no último fim-de-semana foi significativa. “Tanto este sábado como domingo atingimos níveis de confinamento que não víamos desde o início de Maio”, afirmou.

PUBLICIDADE

No último domingo, 57% dos portugueses da amostra da PSE não saíram de casa – mais 12 pontos percentuais comparando com o domingo anterior.

Além disso, o número de portugueses que se deslocou para longe de casa, desceu para menos de metade: 40% para 16% no último sábado e 31% para 11% no domingo.

 

Legenda: Auto-estrada A11/foto PressMinho