REGIÃO –  Mais de três dezenas de fotografias mostram as mudanças dos rios Cávado e Homem

REGIÃO –
Mais de três dezenas de fotografias mostram as mudanças dos rios Cávado e Homem

A Galeria de Artes e Ofícios de Amares tem patente ao público, desde esta sexta-feira, uma exposição de 33 fotografias, captadas da década de 1950 em diante, em que os rios Cávado e Homem são os grandes protagonistas. As imagens retratam os concelhos de Amares, Terras de Bouro, Vila Verde, Barcelos e Esposende.

O Secretário Executivo da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado, Luís Macedo, explicou que a mostra “Segredos do Cávado” tem o objectivo de dar a conhecer o vasto património construído de natureza cultural e infraestrutural, de natureza hidráulica e de obras de arte sobre os Rios Cávado e Homem.

PUBLICIDADE

«Queremos relevar a importância dos rios para a vida das pessoas e para a sustentabilidade do ambiente. É importante que nos aproximemos do rio, que usufruamos dele de forma regrada e cívica, porque assim estamos a contribuir para a sua preservação», sublinhou.

Luís Macedo adiantou que as fotografias em exposição, que saíram do arquivo de várias entidades, servirão como «primeiro passo» para que, no futuro, a CIM Cávado possa apostar na realização de um projecto de maior envergadura, até porque permitem «ajudar a conhecer a história dos próprios concelhos».

«Temos, por exemplo, o caso da Caniçada, em que populações foram obrigadas a ser deslocadas para outros locais em prol do benefício comum aquando da construção da barragem da EDP. O antes dessa construção é algo que podemos ver nesta exposição», explicou.

Para o vereador do Ambiente da Câmara de Amares, Vítor Ribeiro, os rios constituem «um património fantástico» que permite unir o território amarense entre si e fazer também a ligação aos restantes Municípios, pelo que a autarquia está «empenhadíssima» em promover a sua valorização, nomeadamente com o projecto da ciclovia do Cávado.

Esperando que «a população adira e visite a exposição», o autarca adiantou que a mostra deverá ser exibida noutros locais para lá da Galeria de Artes e Ofícios, nomeadamente na Câmara Municipal.

A exposição itinerante “Segredos do Cávado” é um projecto da CIM Cávado e da Agência de Energia do Cávado, em articulação com os vários Municípios, que pretende também assinalar o Ano Europeu do Património Cultural.

Amares acolhe a mostra até 29 de Novembro.