PAÍS -
Marcelo Rebelo de Sousa afirma que «passo hoje dado é baseado na confiança»

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, revelou ao início da noite desta terça-feria que não vai renovar o Estado de Emergência. Numa comunicação ao País desde o palácio de Belém, o Chefe de Estado afirmou que «ouvidos hoje de manhã os especialistas, à tarde os partidos e naturalmente ao longo destas semanas o Governo e tudo isto ponderado, decidi não renovar o Estado de Emergência».

Marcelo Rebelo de Sousa explicou ainda que «nesta decisão pesou a estabilização e até a descida do número médio de mortes e do número de internados em enfermaria e cuidados intensivos, assim como a redução do R(t) e a estabilização do número de infectados».

«NESTA LUTA TEMOS DE CONTAR COM CADA UM DE NÓS»

PUBLICIDADE

O Presidente da República sublinhou também que é este o «momento de agradecer aos especialistas», mostrando-se igualmente «grato» aos Portugueses por «este ano».

«Nesta luta temos de contar com cada um de nós», acrescentou.

O actual período de Estado de Emergência termina às 23h59 desta sexta-feira, 30 de Abril.