FERREIROS (Amares): Nasceu a Delegação de Amares da “Associação Espaço Jacobeus”

FERREIROS (Amares):
Nasceu a Delegação de Amares da “Associação Espaço Jacobeus”

Nasceu a Delegação de Amares da “Associação Espaço Jacobeus”, situada no edifício da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros. É a 14ª a nível nacional e aquela que está localizada mais a norte do Continente. Paulo Silva, cidadão amarense de Besteiros, foi o mentor. A junta e a câmara municipal afirmaram, esta manhã, o apoio «total» ao desenvolvimento da delegação, assente, sobretudo, na recuperação da via dos peregrinos de Santiago de Compostela em território amarense e na criação de um albergue dos peregrinos, em Caires.

O nascimento da Delegação de Amares acontece por altura da celebração dos 15 anos de actividade da “Associação Espaço Jacobeus”, que cobre todo o território nacional, incluindo as ilhas atlânticas.

PUBLICIDADE

Dar apoio aos peregrinos, acreditar os mesmos e desenvolver/valorizar os percursos antigos são os principais objectivos do organismo.

«Gosto de desafios e acolhi este com todas as forças», avança o presidente da junta da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, Paulo Gomes. O autarca mostra-se convencido de que «vai ser uma mais-valia para esta freguesia e para o concelho, pois vai trazer gente e mexer com tudo».

Na mesma perspectiva, a câmara de Amares – que se fez representar pelo vereador João Esteves – anunciou «todo o apoio possível para que o projecto se desenvolva. Apoiaremos na medida das nossas possibilidades».

AMARES NA HISTÓRIA

Numa cerimónia onde marcou presença o presidente da “Associação Espaço Jacobeus, Nuno Pontes, e membros de várias delegações do País, o presidente da Delegação de Amares, Paulo Silva, mostrou-se «disponível para fazer o melhor que sei e posso. Ainda é uma criança, mas recordo o percurso de Amares já foi muito importante, sobretudo no sentido inverso, da Europa para a Bracara Augusta. Era um caminho muito percorrido».

Recorda que «nos séculos V e VI era muito usada. Houve uma quebra, por causa do Santuário de Compostela. Vamos tentar reactivar esse percurso, a partir de uma das estradas mais antigas do mundo, a jeira romana, que passa exactamente no concelho de Amares».

PASSAGEM PEDONAL ANTIGA NO RIO CÁVADO

Um dos principais objectivos da Delegação de Amares é reactivar o antigo percurso, ultrapassando alguns constrangimentos. «No rio Cávado, na antiguidade, muito antes da Idade Média, havia três passagens em Barreiros e uma em Ancede», revela Paulo Silva.

As câmaras de Braga e Amares, bem como a Universidade do Minho, estão a colaborar com o projecto, que se estenderá pelas freguesias de Barreiros, Carrazedo, Besteiros, Caires, Paredes Secas, Seramil, em território de Amares. Segue pois, pelo caminho de Santa Cruz, estrada da jeira, seguindo para a Portela do Homem, Lóbios, até ao destino final.

ALBERGUE DOS PEREGRINOS EM CAIRES

O projecto inclui ainda a criação de um albergue dos peregrinos, em Caires. As conversações com a junta de freguesia estão já em curso e deverão «chegar a bom porto».

Além da inauguração da delegação de Amares, o programa incluiu uma caminhada e um almoço convívio de associados e amigos da AEJ, no Restaurante Tróia.

MAIS DESENVOLVIMENTOS NA EDIÇÃO IMPRESSA DE MARÇO DO JORNAL “O AMARENSE”, DIA 06 NAS BANCAS!

 

oamarense@gmail.com