EDIÇÃO IMPRESSA -
«Nem acreditei quando me disseram que ia deixar de estar sozinho no comando»

Enfim, comandante. Aos 47 anos, Domingos Ferreira foi oficialmente nomeado pela Direcção dos Bombeiros de Amares como primeiro comandante, depois de o anterior líder da corporação, António Gonçalves, que há muito está afastado, ter atingido o limite de idade. Nos galões leva 30 anos de bombeiros, quase 10 deles como único elemento de comando da corporação, divididos em dois momentos, entre 2007 e 2015 e entre 2019 e 2021. Em entrevista ao jornal “O Amarense”, Domingos Ferreira considera que a nomeação «é o reconhecimento de alguém que esteve à frente do corpo activo durante muitos anos sozinho e que aguentou o barco até onde pôde».

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Maio de 2021, nas bancas.