OPINIÃO

OPINIÃO -
O consumidor cada vez mais no centro…

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Estamos num tempo onde o consumidor está cada vez mais no centro da decisão das empresas, resultado dos últimos anos de pandemia e o seu impacto ao nível da qualidade de vida, bem como, no dinheiro disponível dos cidadãos.

Em termos concetuais, podemos caracterizar (Utilidade) como o conjunto dos atributos que a sua utilização proporciona ao consumidor e (Valor) aquilo que cada utilizador / consumidor gosta aprecia e valoriza. Assim podemos dizer que a Utilidade tem no seu centro, o Produto, enquanto que o Valor se encontra no Consumidor e na satisfação das suas necessidades, desejos e aspirações. 

Neste sentido, e porque temos assistido a uma diminuição do rendimento disponível face a fatores como o aumento da inflação ao nível da energia, gás, das matérias-primas, da eletricidade, dos combustíveis, bem como, a atrasos na entrega de materiais primas e produtos causando a suspensão e atraso na entrega das encomendas aos clientes empresariais e particulares.

PUBLICIDADE

Face a estas circunstâncias o consumidor tem procurado rentabilizar melhor o seu rendimento disponível, procurando encontrar produtos de marca própria, no setor alimentar, a uma boa relação preço/qualidade. 

Neste sentido, e tendo em consideração as preocupações de sustentabilidade, ambientais e ecológicas do consumidor, quer no produto em si, como na sua embalagem.  As marcas próprias passaram a acrescentar valor ao nível da qualidade e inovação ao nível da sustentabilidade, eco design, venda de produtos a granel, sacos recicláveis, procurando contribuir para uma mais eficiente utilização dos recursos disponíveis, diminuindo a utilização do plástico, bem como, do impacto ambiental.

Outros aspetos que contribuem para acrescentar Valor aos produtos, comercializados por algumas marcas próprias são: uma comunicação mais transparente, comparando os produtos e os seus preços, provas grátis, promoção de produtos portugueses, soluções personalizadas, com menos sal, açúcar, gorduras, sem glúten, sem lactose, bem como, embalagens de produtos reciclados, contribuindo para um consumo mais responsável e um consumidor mais informado. 

Simultaneamente, ao nível tecnológico, verificamos também a um prolongamento da vida dos equipamentos digitais, através da reparação, personalização, do design minimalista, com cores neutras, como por exemplo cabos, adaptadores de carregamento, auriculares sem fios, colunas Bluetooth, capas de proteção, acessórios. Verificamos também a um crescimento crescente ao nível do aprovisionamento logístico cada vez mais eficiente, procurando colocar o cliente no centro, numa ótica Omnicanal, permitindo uma reposta cada vez mais rápida e eficiente, utilizando os smartphones, tablets e computadores pessoais e procurando contribuir para uma comunicação e distribuição mais rápida, cómoda e eficiente.   

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS