OPINIÃO -
O propósito das marcas…

Segundo American Marketing Association a marca pode ser definida como sendo “um nome, termo, sinal, símbolo, desenho ou a combinação destes elementos com a intenção de identificar os bens ou serviços de um vendedor ou grupo de vendedores e de os distinguir dos da concorrência…”

A essência das marcas tem por propósito sistematizar e comunicar um conjunto de aspetos e conceitos capazes de as identificar, caracterizar, memorizar, lembrar, inspirando confiança em todos os stakeholders e permanecendo ativos e relevantes no tempo. Neste sentido as marcas são um conceito multidimensional conjugando valores práticos e funcionais e emocionais como: instrumento de proteção legal, identidade visual, redução de risco, sistema valor, evolução constante, reconhecimento, identificação, diferenciação, memorização, relacionamento, organização, personalidade, imagem e reputação na mente do consumidor.

O propósito das marcas consiste em ter uma razão de existir como organização, acrescentado valor aos clientes, proporcionar experiências marcantes no serviço ao cliente, melhorar a sua qualidade de vida ao nível funcional, emocional e espiritual, procurando simultaneamente, contribuir para um mundo melhor.

PUBLICIDADE

A experiência do cliente (toda a jornada, contacto físico ou digital) constitui o fator de fidelização crucial para o sucesso das organizações. Dessa experiência fazem parte, toda a comunicação e publicidade procurando atrair, despertar o interesse, desejando comprar o produto ou serviço, bem como, a experimentação, uso, utilização ou consumo do produto e serviços, ambiente no local de venda e fundamentalmente o pós-venda.

Para uma boa gestão da marca é fundamental o cumprimento constante das suas promessas, procurando corresponder, de forma personalizada, atual e em sintonizada com os desejos dos consumidores descobrindo o que ele valoriza, fornecendo conteúdo partilhável procurando criar laços emocionais e envolvimento com os clientes. Neste sentido, podemos referir um estudo da Global Marketing Trends 2021 da Deloitte refere que “58% dos inquiridos consegue citar uma marca que respondeu positivamente ao período que vivemos, enquanto mais de 25% abandonou o consumo de produtos e/ou serviços quando uma marca agiu exclusivamente em interesse próprio. 

As sete tendências relevantes para 2021, segundo o mesmo estudo são: o propósito, agilidade, experiência humana, a confiança, participação, fusão e talento. Estas tendências pretendem consolidar confiança e humanização em tempos difíceis e atípicos, respondendo de forma global e autêntica às necessidades dos clientes.

As marcas existem para serem significativas, apelativas, relevantes, impactantes (fisicamente e visualmente) transportando e comunicando traços distintivos nos seus produtos e serviços atualizáveis e desejados para um número crescente de apreciadores e “amantes da marca” procurando serem lembradas, reconhecidas e memoráveis, pois se os produtos são facilmente ultrapassados através dos tempos, as marcas têm por propósito dar vida aos produtos, procurando a eternidade.