Estrada da Mata da Albergaria requalificada - Parque Nacional Peneda-Gerês desenvolve plano piloto de prevenção de incêndios florestais

Estrada da Mata da Albergaria requalificada -
Parque Nacional Peneda-Gerês desenvolve plano piloto de prevenção de incêndios florestais

O Parque Nacional da Peneda-Gerês está a desenvolver um plano-piloto de prevenção de incêndios florestais e de valorização e recuperação de habitats naturais que contempla a realização de 11 projectos espalhados por toda a área do PNPG. Hoje, em Terras de Bouro, foi realizada a primeira de cinco apresentações deste plano e onde foi possível conhecer mais em pormenor o que está a ser feito. A Câmara de Terras de Bouro está incumbida de executar o projecto 4, “Ordenamento e Sustentabilidade da zona de protecção da Mata da Albergaria”. O Presidente da Câmara espera lançar o concurso público até ao final do ano e ter a obra concluída a tempo da próxima época estival.

O projecto 4 prevê o reordenamento do estacionamento na Portela do Homem, a requalificação da estrada florestal entre Leonte e a Portela, a substituição da sinalização existente e a implementação da sinalização dos APP e APT. «Estivermos reunidos com a Secretária de Estado e assumimos o compromisso de elaborar o projecto. No entanto, verificamos que a verba inicial de 430 mil euros precisava de ser reforçada para os 502 mil euros a sair do Fundo Ambiental. A Secretária de Estado não se opôs a este reforço», começou por explicar Manuel Tibo.

O autarca revelou ainda que «o projecto já está em análise na Secretaria de Estado e não deverá ter problemas porque foi elaborado em parceria com os técnicos dos ICNF. Depois iremos assinar o protocolo para a transferência do dinheiro e espero lançar o concurso público ainda este ano. Depois de adjudicada, a empreitada terá 90 dias para ficar concluída». Numa segunda fase, com 280 mil euros de verba 50% dos quais dos cofres do Município, a intenção é criar entre a Guarda e a Mata da Albergaria baías para 50 lugares de estacionamento.

PUBLICIDADE

O Restauro da Mata do Mezio, o Restauro da Mata do Ramiscal, o Programa de Prevenção Estrutural e Conservação da Mata Nacional do Gerês, o Ordenamento e Sustentabilidade da Zona de protecção da Mata da Albergaria, Informação e Participação Socioeconómica dos agentes locais, conservação das populações autóctones de Pinheiro-silvestre do PNPG, conservação das florestais mediterrânicas de “Taxus Baccata”, melhoria da cobertura da rede móvel, expansão e melhoria dos habitats prioritários e vegetação autóctone, revitalização dos sectores produtivos tradicionais e equipas e equipamentos para complementar a acção do Corpo Nacional de Agentes Florestais são os onze projectos incluídos no plano piloto.

Este projecto-piloto vai agora ser explicado nos outros quatro Municípios integrantes do Parque e depois em todas as Freguesias.