BRAGA -
Restaurantes de Braga em protesto entregaram chaves a Ricardo Rio

Os 150 espaços de restauração de Braga, que se associaram na URBAC19 – União de Restaurantes de Apoio ao Covid, saíram à rua e protestaram, esta quarta-feira de manhã, contra falta de medidas do Governo para o sector.

Na ocasião, entregaram as respectivas chaves ao presidente da Câmara, Ricardo Rio, em protesto “contra as medidas inócuas” propostas para o sector. Estas empresas representam 1.500 trabalhadores na região.

PUBLICIDADE

O autarca bracarense anunciou algumas medidas de apoio, de vária índole, uma delas a da autorização para alargamento, gratuito, de esplanadas na via pública, de forma que os cafés e restaurantes possam manter a distância de 1,5 a dois metros entre as mesas, sem terem de reduzir à capacidade.

A autarquia vai ainda avançar para a suspensão de algumas taxas, até final de 2020.

A “manif”, que vai decorreu na Praça do Município depois de ter sido autorizada pela PSP, envolveu uma exposição de mesas na rua, um cemitério, de “cadáveres” – feitos de sacos de lixo – e de espantalhos, simbolizando “o sentimento de derrota e de morte que se vive no ramo”.

A acção terminou com a entrega de chaves ao presidente da Câmara, Ricardo Rio, e da Entidade de Turismo do Porto e Norte, Luís Pedro Martins.