REGIÃO –  Socialistas reforçam necessidade de construir variante para o Vale do Homem

REGIÃO –
Socialistas reforçam necessidade de construir variante para o Vale do Homem

A Variante à Estrada Nacional 101 – Vale do Homem, para melhoria das acessibilidades dessa região, é uma das 10 ideias e propostas que vão ser sugeridas ao Governo depois de terem sido apresentadas numa jornada de trabalho em Guimarães, promovida pela Federação Distrital de Braga do PS, no âmbito da acção nacional “PS em Movimento”.

O pacote de propostas mais votadas tinha ainda medidas para “Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural”, “Políticas Integradas de Planeamento Urbano”, “Políticas de Juventude”, “Os Fundos de Coesão”, “Plano estratégico para desenvolvimento social e económico do concelho de Braga” e “Problemáticas da Sociedade Contemporânea”, onde se referem respostas sociais, a protecção civil e as alterações climáticas

PUBLICIDADE

«Através de uma conferência debate muito participada, sob o mote “Plataforma de Ideias e Propostas – Distrito 2030”, que contou com a presença de autarcas e dirigentes locais, dirigentes nacionais, deputados e ainda governantes, este plenário reuniu aquelas que serão de momento as mais importantes propostas de intervenção na região», explica, em comunicado, a Federação liderada por Joaquim Barreto.

Esta iniciativa distrital contou com a presença de José Luís Carneiro, o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, que trouxe ao debate a sua experiência em políticas de proximidade, enquanto ex-autarca, destacando-se outras intervenções, como a do deputado eleito pelo círculo de Braga e ex-Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

Um conjunto de medidas contidas numa proposta sob o tema “Demografia e combate à Desertificação” foi o mais votado pelos presentes, merecendo de forma quase consensual a maior preocupação por pate dos socialistas do Distrito de Braga.

A seguir, como segunda proposta mais votada, voltou à discussão a temática “Regionalização: Uma opção Estratégica”, onde a redefinição dos espaços sub-regionais e a descentralização foram ideias defendidas.

A terceira proposta mais votada, sob o mote “Envolvimento e Desenvolvimento”, propõe um conjunto de medidas que visa genericamente orientar as políticas e medidas para uma maior auscultação de proximidade, «com mais participação e mais foco nas realidades locais e regionais».