Laço AzulCPCJ de Amares agradece aos parceiros pela participação no mês da prevenção dos maus-tratos na infância

Laço Azul
CPCJ de Amares agradece aos parceiros pela participação no mês da prevenção dos maus-tratos na infância

DCIM101GOPRO

SONY DSC

Jpeg

Inserida na Campanha “ABRIL 2018, MÊS DA PREVENÇÃO DOS MAUS-TRATOS NA INFÂNCIA”, que decorreu durante todo o mês, a CPCJ de Amares, com o apoio do Agrupamento de Escolas de Amares, da Santa Casa da Misericórdia e da Associação de Fomento Amarense levou a efeito a construção de um laço azul humano em todos os estabelecimentos escolares do Concelho, os quais contaram com a presença de elementos da Comissão. Na Escola Secundária esteve presente o Presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira e a Vereadora, Cidália Abreu. No âmbito desta iniciativa, foram distribuídos a todos os participantes um autocolante alusivo a esta campanha.

A campanha do Laço Azul teve origem nos Estados Unidos da América, no final dos anos oitenta, pela mão de Bonnie Finney, uma avó que, com o intuito de alertar a comunidade para os maus-tratos a que os netos eram submetidos pelos seus pais, colocou na antena do seu carro uma fita azul, para que as pessoas se questionassem sobre tal adereço. O azul simbolizava as marcas e os hematomas sofridos pelas crianças.

A CPCJ agradece o empenho e a colaboração de todos os parceiros envolvidos nesta campanha de sensibilização.

PUBLICIDADE