BRAGA - Já arrancaram em Braga os Jogos do Eixo Atlântico para promover desporto sem fronteiras

BRAGA -
Já arrancaram em Braga os Jogos do Eixo Atlântico para promover desporto sem fronteiras

Com o lema ‘Desporto sem Fronteiras’, mais de 1.800 jovens de 14 concelhos do Norte de Portugal e 12 da região da Galiza participam na XIII edição dos Jogos do Eixo Atlântico que se prolonga até à próxima sexta-feira, e que se realizam pela primeira vez em Braga.

“Esta iniciativa, pela mobilização e capacidade de pôr em contacto milhares de jovens da euro-região, permite a criação de raízes que serão úteis para o futuro do território”, disse Ricardo Rio, esta segunda-feira, na cerimónia que contou com as presenças do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, Alfredo García Rodríguez, presidente do Eixo Atlântico, e de Xoán Mao, secretário-geral.

Para Ricardo Rio, a realização dos jogos em Braga é, uma vez mais, a “demonstração de que a cidade está preparada para organizar grandes competições”.

PUBLICIDADE

Também João Paulo Rebelo, elogiou Braga por mais uma grande organização.

“Braga é um município amigo do desporto. No ano passado, Braga foi Cidade Europeia do Desporto, um título que foi motivo de grande orgulho para o país”, referiu o governante. Apelando ao fair-play, o secretário de Estado lembrou que estes “são os jogos da amizade entre duas regiões e a evidência de que o Desporto pode e deve ser esse instrumento de aproximação dos povos e das culturas”.

HOMENAGENS

A cerimónia de abertura ficou ainda marcada por diversas homenagens: a Serafin Carballo, antigo atleta que integrou o Grupo Temático do Desporto e o Secretariado Executivo do Eixo Atlântico; e ao atleta Mário Silva. Foi ainda entregue ao município de Monforte de Lemos o Troféu Jogo Limpo.

MODALIDADES

Nesta edição dos Jogos do Eixo Atlântico, as equipas vão competir nas seguintes modalidades: Andebol, Basquetebol, Futebol 7, Voleibol, Atletismo, Atletismo Adaptado. Natação, Natação Adaptada e Ténis. A idade máxima dos atletas participantes é de 16 anos

Como é habitual nos Jogos do Eixo Atlântico, esta edição também integra várias modalidades de desporto adaptado, com a participação de mais de 130 atletas, em consonância com a filosofia do Eixo Atlântico de eliminar barreiras e fomentar a participação de todos os jovens.

LOCAIS

As competições decorrem nos seguintes locais: futebol no Parque Desportivo da Rodovia e Campo das Camélias; basquetebol masculino no Pavilhão André Soares e no Pavilhão Municipal de Lamaçães; basquetebol feminino no Pavilhão de Ferreiros e Pavilhão Francisco Sanches; Andebol no Pavilhão Flávio Sá Leite; Voleibol no Pavilhão de Maximinos; Natação e Natação Adaptada nas Piscinas da Rodovia; Atletismo e Atletismo Adaptado no Estádio 1º de Maio e Ténis no Clube de Ténis de Braga.

Desde 1995 os Jogos do Eixo Atlântico visam a promoção do desporto, a convivência entre os jovens e, também o melhor conhecimento entre os cidadãos das duas regiões. Realizam-se de dois em dois anos e constituem um evento desportivo transfronteiriço único na Europa.

Desde a sua origem esta competição é uma das principais bandeiras do Eixo Atlântico e um factor de grande mobilização de jovens desportistas.