AMARES -
José Manuel Faria (Chega) visa coligação e critica «os donos disto tudo»

O candidato do Chega à Câmara de Amares, José Manuel Faria, aponta críticas à campanha da coligação “Juntos por Amares” (PSD/CDS-PP), a quem ironicamente apelida de «donos disto tudo».

«Na política não vale tudo. Devemos transmitir a nossa mensagem aos eleitores, mas devemos dar o exemplo, porque somos nós políticos que devemos defender a causa pública e não pisar todas as regras como se fôssemos os donos disto tudo», afirma.

PUBLICIDADE

Numa publicação acompanhada de uma fotografia, o candidato do Chega refere-se ao facto de ter sido estacionado um veículo de campanha da candidatura de Manuel Moreira, junto ao mercado municipal, ocupando uma parte do passeio.

«O condutor ao envergar a camisola de determinado candidato deveria ter o cuidado de não o deixar ficar mal, mas o pior de tudo é o próprio candidato ter passado junto ao carro, ter cumprimentado o condutor e nada lhe ter dito, ou seja, deve achar-se mesmo o dono disto tudo», acrescenta.

José Manuel Faria considera que, «para além de um estacionamento irregular em cima do passeio, estrangulando a passagem dos peões, deveria haver, pelo menos, mais respeito e consideração por quem trabalha» naquele local.

«Neste caso concreto, com o vendedor que estaciona habitualmente na parte frontal da feira e usa altifalantes para promover a sua venda e ficou sem realizar a sua actividade, porque a viatura de campanha “assentou arraiais” naquele local, durante todo o período da feira. Francamente, haja bom senso», remata.