TERRAS DE BOURO

TERRAS DE BOURO -
Ministério Público iliba presidente da Câmara em caso do prédio em construção no Gerês

Share on facebook
Share on twitter
Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Manuel Tibo, e o seu vice-presidente, Adelino Cunha, foram ilibados pelo Ministério Público (MP) na sequência das denúncias sobre o caso da construção de um prédio na Vila do Gerês.

Segundo o JN, que avança a notícia, o MP ilibou todos visados de uma denúncia feita por um vizinho da polémica construção. Além dos autarcas, a decisão abrange igualmente técnicos camarários, empresários da construção civil, o dono do terreno, engenheiros e arquitectos.

De acordo com o despacho de arquivamento do Ministério Público, citado pelo JN, «não se encontra minimamente indiciada» a prática por qualquer dos cidadãos denunciados dos crimes de violação de regras urbanísticas, nem de  prevaricação por titular de cargo político ou de denegação de justiça.

PUBLICIDADE

Entretanto, tal como “O Amarense” noticiou, decorre uma uma acção interposta pela empresa responsável pela construção, no Tribunal Administrativo de Braga, na qual pede a legalização da obra, alegando que os erros que levaram à anulação do alvará são da responsabilidade da Câmara.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS