BRAGA - Avançam em Braga obras para mais quatro «zonas 30»

BRAGA -
Avançam em Braga obras para mais quatro «zonas 30»

Vão avançar, em breve, mais quatro «zonas 30» em Braga. A recente rejeição, pelo Tribunal Administrativo, de uma providência cautelar contra o concurso público realizado em 2018 permite ao Município construir, por 2,6 milhões de euros, quatro novas as «zonas 30», na rua de Lamaçães, zona da Torre Europa – incluindo a do Bragaparques – Quinta das Fontes, junto à escola Sá de Miranda, e em Montélios.

O vereador Miguel Bandeira adiantou que as «zonas» impõem limitações à velocidade automóvel, em áreas residenciais com comércio elevado ou na proximidade de equipamentos escolares.

Nas áreas escolares, o projecto envolve os conceitos de «kiss and go» – uma paragem de 30 segundos – e de «school bus», com autocarros próprios para transporte de alunos.

PUBLICIDADE

As «zonas 30» “trazem mais segurança aos peões, menor poluição e maior mobilidade na via”.

A limitação de 30km/h, tem, ainda, como objectivos, os de reduzir acidentes, limitar o tráfego de atravessamento indesejado e a poluição sonora e ambiental.

“É uma zona mista onde a circulação automóvel é possível, mas onde o peão tem primazia”, disse o autarca.

Para tal, a sinalização vertical é reduzida ao mínimo, e a diminuição do tráfego garantida através de alterações urbanísticas: redução da largura da via e aumento do espaço pedonal; existência de elementos que percepcionam a diminuição da largura da via aos automobilistas (arbustos, mobiliário urbano); diminuição dos raios de curvatura, descontinuidade no alinhamento do eixo rodoviário; e nivelamento dos atravessamentos pedonais.