BRAGA -  Câmara atenta a reivindicações de associação Braga Ciclável

BRAGA -
Câmara atenta a reivindicações de associação Braga Ciclável

A Câmara de Braga tem vindo a estudar e a atender as reivindicações e sugestões da associação Braga Ciclável, de forma a melhorar os locais de paragem das bicicletas, os chamados bicicletários.

Em declarações ao Vilaverdense/PressMinho, o vereador Miguel Bandeira disse que o actual executivo do Município tem aumentado a instalação de estacionamentos adequados para bicicletas na cidade, o que não sucedia anteriormente, sendo, por isso, normal, que apareçam problemas técnicos: “tudo o que é do foro técnico é enviado para os especialistas da Câmara para serem resolvidos, se for caso disso”, frisou.

O autarca, que comentava as críticas que têm sido feitas pela associação à política camarária para o sector, frisou que os serviços municipais têm técnicos habilitados no sector, alguns dos quais foram conhecer o que de bom se faz no estrangeiro.

PUBLICIDADE

Em comunicado recente, a Braga Ciclável alertou para os problemas existentes na instalação dos novos bicicletários, integrados num plano municipal de implementação de estacionamentos para bicicletas. O plano previa a instalação de 1000 suportes de estacionamento, tendo sido anunciada em 2 de Outubro de 2018 a instalação das primeiras 75 estruturas, que depois foram anunciadas como sendo 78 no dia 13 de Dezembro, mas que afinal, de acordo com as últimas declarações do Vereador da Mobilidade, serão apenas 28 suportes metálicos (criando um total de 56 lugares de estacionamento). No dia 10 de Março, poucos dias depois do alerta da Braga Ciclável, esses bicicletários foram retirados. A medida era destacada como uma das mais urgentes na Proposta Para Uma Mobilidade Sustentável, que foi lançada em 2012 e entregue ao Município e às várias forças políticas, incluindo ao então vereador Ricardo Rio.

No entanto, ainda nessa mesma semana, chegaram a esta associação relatos de que haviam sido colocadas mais estruturas semelhantes às retiradas, na envolvente ao mercado municipal de Braga, que se encontra em obras.