REGIÃO -
CDS quer que Governo requalifique a Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso

O CDS-PP considera urgente a requalificação da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, «de modo a assegurar uma educação condigna a todos os alunos desta comunidade escolar», exigindo ao Governo que avance com as obras.

Os deputados do CDS querem que o Governo cumpra a Resolução da Assembleia da República e intervenha na escola para «criar as condições indispensáveis à concretização do direito à educação e a garantir instalações com adequadas condições de trabalho, conforto e dignidade a toda a comunidade escolar, e também que assegure a participação de todos os membros da comunidade escolar na definição e na monitorização da execução dos projectos».

PUBLICIDADE

Em comunicado, os centristas lembram que a Assembleia da República aprovou, a 18 de Julho de 2018, uma recomendação ao Governo para que procedesse à requalificação da Escola Secundária de Póvoa de Lanhoso.

«Passados mais de dois anos, esta resolução do Parlamento, aprovada por todos os partidos à excepção do PS, continua por cumprir», criticam.

Sublinhando que «a Escola Secundária de Póvoa de Lanhoso não teve qualquer obra de fundo nos últimos quase 30 anos», o CDS refere que o estabelecimento encontra-se «em adiantado estado de degradação, nomeadamente «os blocos onde estão instaladas as salas de aula apresentam fissuras e há infiltrações um pouco por todo o edificado».

«Os equipamentos informáticos existentes na escola estão obsoletos e o pavilhão gimnodesportivo apresenta anomalias devido ao desgastado provocado pelo tempo e pelo uso intensivo do espaço», acrescenta o comunicado.

Segundo o CDS, a escola «apresenta problemas ao nível das infra-estruturas, térmicas e acústicas», pelo que é «urgente» avançar com a sua requalificação.