REGIÃO -
Navios cruzeiro construídos em Viana do Castelo para Mário Ferreira já chegaram a Lisboa

O empresário Mário Ferreira anunciou, esta quinta-feira, a chegada a Lisboa, em simultâneo, de dois navios cruzeiro construídos nos estaleiros de Viana do Castelo.

Tratam-se do World Explorer e do World Voyager, que ficam a aguardar no novo terminal de cruzeiros até ser possível reiniciar a actividade, se “tudo correr bem lá para Abril 2021”, anunciava esta quarta-feira na sua página de Facebook.

Vinte quatro horas depois, o empresário portuense postava na mesma rede social imagens da chegada dos navios a Lisboa.

PUBLICIDADE

“Num ano que tem sido particularmente difícil para a indústria de cruzeiros, colocando em risco algumas das maiores empresas do sector e milhares de empregos a nível mundial, as empresas da MysticInvest, holding portuguesa que agrega a Mystic Cruises, mantiveram em curso os seus planos de expansão, com uma forte aposta no desenvolvimento e construção naval, reforçando a sua posição no mercado mundial de cruzeiros”, escreve Mário Ferreira em comunicado.

Em Agosto, em declarações à agência Lusa, o empresário de Mário Ferreira disse que este ano pagou 110 milhões de euros aos estaleiros de Viana do Castelo pela construção daqueles paquetes.

Com capacidade para 200 passageiros e 130 tripulantes, os navios, de construção nacional, estão preparados para navegar nos mares gelados da Antártida e do Ártico, bem como realizar cruzeiros transatlânticos e programas de exploração em alguns dos destinos mais ‘exclusivos’ do mundo”.

Em Outubro, o administrador da Martifer, que detém a West Sea, afirmou que, na construção naval, o empresário Mário Ferreira é o único cliente dos estaleiros.

Carlos Martins adiantou que 2020 é o “melhor ano de sempre” desde 2014, quando assumiu a subconcessão dos estaleiros navais de Viana do Castelo, apontando uma facturação de 100 milhões de euros.

O responsável, acrescentou que a carteira de encomendas da empresa é “muito sólida”, tanto na construção como na reparação naval e que, este ano, trabalham, em média, nos estaleiros, por dia, nos estaleiros mais de 1.200 trabalhadores.