REGIÃO -
PJ detém pastor suspeito de ter ateado cinco incêndios em Ponte de Lima

A Polícia Judiciária PJ identificou e deteve, fora de flagrante delito, o presumível autor de cinco incêndios florestais, ocorridos nos meses de Julho e Agosto, numa freguesia do concelho de Ponte de Lima.

A PJ informa esta quinta-feira que, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, que os incêndios foram ateados “em monte com grande declive, essencialmente povoado por vegetação arbustiva e arbórea” e “atingiram proporções significativas”.

O arguido é um homem com 59 anos de idade, agricultor/pastor e residente na freguesia onde ocorreram os factos. A PJ acredita que o suspeito terá actuado “na persistente expectativa de renovação de pastagens, para os animais que habitualmente pastoreia”.

PUBLICIDADE

De acordo com a Polícia Judiciária, no decorrer das diligências realizadas foram recolhidos “importantes elementos de prova”.

Presente à autoridade judiciária competente, ao detido foi aplicada a medida de prisão domiciliária, informa ainda a PJ.